A força do varejo físico na era digital

A força do varejo físico na era digital

Esqueça tudo o que você conhecia sobre o PDV tradicional. O futuro reserva um varejo físico totalmente diferente para o shopper. E o cenário pós-pandemia tem deixado isso cada vez mais claro.

Se de um lado temos o avanço tecnológico e o impulso das vendas online levando muitos a questionarem a relevância do varejo físico, do outro vemos um shopper ansioso por sair de casa para ter experiências que estimulem seus sentidos. Trata-se de um shopper conectado, mas que ainda tem o instinto de experimentar, de tocar e ter interações sensoriais e positivas com produtos e marcas.

Ao contrário do que muitos podem imaginar ao ver os dados relativos à evolução das vendas digitais, a loja física está ganhando relevância na era digital. O PDV não apenas se reinventou, como evoluiu para desempenhar um novo papel: ele está se convertendo em um ponto de experiência (PDX) da marca.

Prova disso é o crescimento contínuo da presença do shopper no comércio. O volume de vendas do varejo teve sua quarta alta consecutiva e atingiu patamar recorde, segundo relatório de agosto de 2021 da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgado pelo IBGE.

As tendências no varejo físico

Embora ainda haja quem acredite que o PDV possa vender sozinho, lojistas de diversos segmentos entendem a necessidade de remodelar a loja de acordo com as tendências comportamentais do shopper.

“Vivemos um momento crítico em que lojistas precisam investir para se posicionarem em um mercado competitivo e imerso em inovação, caso contrário ficarão para trás”, explica Jean.

De campanhas e ofertas personalizadas à análise de métricas em tempo real, as lojas físicas têm nas mãos a oportunidade de intensificar o relacionamento e otimizar a jornada de compra para aumentar a fidelização do shopper.

Confira as principais estratégias e ações para tornar seu PDV um PDX e acompanhar a evolução do varejo físico:

Experiência do usuário (UX)

User experience (UX) se refere ao conjunto de elementos e ações que visam promover a interação do usuário com os produtos e elementos do PDX. O objetivo é explorar experiências sensoriais capazes de atrair e encantar. Ao estimular mais de um dos sentidos, combinando cheiros, decoração, conteúdos dinâmicos e música ou efeitos sonoros, a loja física promove uma experiência mais impactante e intensifica sua influência na decisão de compra.

Ambientes pensados

Uma das estratégias de marketing mais importantes para um PDV é a ambientação de loja. Projetos de arquitetura de loja inovadores e alinhados com a marca têm o poder de otimizar a exposição do produto e aproximar o shopper da marca.

Entre as preocupações na hora de planejar a arquitetura de loja está a promoção de uma atmosfera de compra que combine tecnologia e design thinking. Por meio do design thinking é possível entender como o shopper se comporta, quais gatilhos utilizar dentro da loja e como expor os produtos de maneira funcional e encantadora para criar ambientes focados na experiência do shopper e elevar vendas.

Uso de tecnologia

Conveniência, customização e controle são alguns dos benefícios oferecidos pelo uso da tecnologia no PDV. É possível investir em soluções que disponibilizam informações relevantes e interativas, que permitem facilidade no pagamento, além de encantar e reter o shopper, estimulam o upsell e crossell.

Uma solução que representa o futuro do varejo físico é a Smart Shelf: gôndolas inteligentes, capazes de mensurar, analisar e compreender a interação dos consumidores com os produtos. Além disso, o uso da tecnologia possibilita a compreensão das zonas mais quentes e frias da loja, o ânimo do consumidor, quem é o seu público e como ele se comporta.

Ominicalidade

A ominicalidade confere mais poder de venda expandindo e integrando seus canais. O futuro do varejo físico caminha conectado à digitalização. Essa junção dá origem ao termo phygital. Se o seu negócio ainda não incorporou esse conceito, é importante começar!

Alinhamento entre comunicação de marca e experiência no PDV

Desde a identidade da marca às sensações que ela pretende promover no consumidor, toda a comunicação pensada nas campanhas de marketing precisam estar presentes também no PDX para garantir a integração da estratégia e intensificar seu impacto na experiência do cliente.

Por isso, é fundamental considerar no planejamento das campanhas de marketing a decoração e o mobiliário da loja, que pode incluir diferentes tipos de display, expositores de loja, entre outros materiais de PDV. Afinal, é na loja que a mágica acontece!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda? Converse conosco